Barragem se rompe em povoado Quati e inunda cidade Pedro Alexandre na divisa Bahia-Sergipe


Publicado em 12/07/2019 | Lido 326 vezes | Escrito por


Barragem se rompe em povoado Quati e inunda cidade Pedro Alexandre na divisa Bahia-Sergipe

A barragem do distrito de Quati, em Pedro Alexandre, município baiano na divisa com Sergipe, sofreu um rompimento no final da manhã desta quinta-feira (11). Ainda não há informações de vítimas.

De acordo com a prefeitura local, o temporal que cai na região ajudou a comprometer a estrutura da barragem, que faz a contenção da água do Rio do Peixe, e uma parte da estrutura rompeu, fazendo com que uma grande quantidade de água invadisse o povoado de Quati.

A enxurrada atingiu inclusive o município vizinho de Coronel João Sá, que teve diversas ruas alagadas. Um trecho da rodovia BR-235 também foi tomado pela água e pela lama, e está intransitável.

Como o rompimento não foi total, moradores de Coronel João Sá, que estão numa área mais vulnerável às águas, estão sendo retirados de casa.

A situação afeta vários serviços na região, e as escolas não estão funcionando. O prefeito de Coronel João Sá, Carlinhos Sobral, publicou um vídeo nas redes sociais orientando a população que vive em áreas consideradas de risco a deixar os locais.

"A barragem do Quati realmente estourou. É uma situação atípica. Nunca aconteceu isso com essa barragem, então, nós não sabemos as consequências. Eu peço encarecidamente que todas as pessoas que moram nas áreas de risco que saiam das suas casas, peguem seus documentos pessoais, objetos de valores. (...) Melhor a gente prevenir", afirmou ele.

Visita  O governador Rui Costa, informou por meio de nota, que fará, na manhã desta sexta-feira (12) uma visita aos municipios de Coronel João Sá e Pedro Alexandre. Segundo o texto, o governo do estado já enviou para a região efetivos do Corpo de Bombeiros, técnicos da Defesa Civil Estadual, do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema). Rui informou também que serão enviados mantimentos e água mineral para a cidade de Coronel João Sá.

Ainda segundo o governo, a barragem foi construída pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (Car) e entregue em novembro de 2000 à Associação de Moradores da Comunidade de Quati.

Rompimento A Superintendência de Defesa Civil da Bahia (Sudec), depois de divulgar o rompimento, voltou atrás e afirmou que se tratava de um transbordamento. O órgão reconheceu que havia rachaduras na estrutura, mas diz que o excesso de chuvas na região provocou um "galgamento", quando a água transborda a parede do açude. "Não há rompimento", diz o superintendente-adjunto Vitor Gantois, da Superintendência de Defesa Civil da Bahia (Sudec). "Há rachaduras nas laterais, que ainda não conseguimos vistoriar ". Já a prefeitura de Coronel João Sá confirma o rompimento.

Ainda segundo ele, a barragem pertence à Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), órgão do governo do estado. A Agência Nacional de Águas (ANA) comentou a situação em nota (ver mais abaixo)

Por conta do rompimento da barragem, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) emitiu um alerta sobre o dano à rodovia BR-235. O órgão federal informa que irá aguardar a "redução do nível da água para verificar possíveis danos à rodovia, recuperar em caráter emergencial e restabelecer a trafegabilidade o mais rápido possível".

Ele informou ainda que se trata de uma barragem de água salobra que é muito utilizada para pesca pelos moradores do povoado. "Nunca teve isso que está acontecendo aqui em Pedro Alexandre. Nem os moradores mais velhos lembram de algum dia termos tido chuvas tão fortes como estas que ocorreram nos últimos dias. Publicamos hoje um decreto de situação de emergência. Paramos as escolas, paramos tudo, porque a cidade está toda desmantelada", afirma.

Pedro Alexandre tem uma população de 19.820 habitantes e só 35% deles vivem na sede do município, os demais estão distribuídos por distritos e povoados na zona rural. 

Correio

 

Deixe seu comentário