Feijão tem alta e já custa mais de 8 reais o quilo


Publicado em: 10/02/2019 | 314 visualizações


Feijão tem alta e já custa mais de 8 reais o quilo

 

O preço médio diário da saca de feijão-carioca na Bolsinha de São Paulo está próximo de R$ 300, valor mais alto já registrado desde julho de 2016. Em janeiro do ano passado, a cotação média do produto era de R$ 111,50, sendo que neste mês o valor está em R$ 280, um aumento de R$ 168,50 em praticamente um ano.

Com o feijão-preto o cenário também é de alta. Em janeiro do ano passado, o preço médio da saca estava em R$ 142,95; neste mês, o valor está em R$ 210. Houve aumento de R$ 67,50 em cerca um ano.

Além da área plantada ter sido 16% menor que a safra anterior, com 162,3 mil hectares semeados neste ciclo, a cultura sofreu com problemas climáticos ao longo do desenvolvimento. A falta de chuvas e altas temperaturas e, depois a combinação de baixas temperaturas e céu encoberto, afetaram a produção.

“Até o mês de janeiro de 2019, as perdas contabilizadas indicam uma redução de 19% na produtividade ou 61 mil toneladas a menos a serem colhidas pelos agricultores”, disse o órgão em relatório.

Nos mercados o feijão já se encontra entre R$ 8,00 e R$ 9,00 o kg. Em São Paulo tem-se informação de que está a mais de R$ 10,00 o kg, assustando os consumidores com a alta tão significativa. Até pouco tempo encontrava-se este alimento em torno de R$ 4,00 e R$ 5,00 o kg.

Canal Rural

Foto: Agência da notícia

Renato Abreu

Deixe seu comentário